Category Archives: DotNet

Silverlight Out-of-Browser

Hoje eu estava lendo um artigo do Rodrigo Sendin na revista .Net Magazine nº 76, onde ele fala da possibilidade de aplicações do Silverlight rodarem fora do Browser, ou seja, Out-of-Browser também conhecido pela sigla OOB.

Ao rodar uma aplicação Silverlight em Out-of-Browser temos duas vantagens:

  • Aplicação pode trabalhar desconectada da internet.
  • Pode trabalhar em modo elevado de confiança “Elevated Trust Mode”.

A segunda vantagem é bem atraente, pois teriamos acesso a Área de Transferência e poderiamos acessar arquivos no lado do cliente. Ao ativar essa opção no VS, quando sua aplicação estiver rodando ao ser clicado em qualquer parte da aplicação será solicitada a opção para a instalação, depois de ser instalada a aplicação passa a ter as características de uma aplicação Desktop.

Camada de Dados

 
È pessoal, criei esse novo blog não faz muito tempo, e tenho escrito muito pouco nele, a causa disso é a correria do dia-a-dia, casa, trabalho, faculdade, trabalhos extras, atenção a familia e por aí vai.
 
Bem ultimamente tenho me deparado com duvidas sobre camada de acesso a dados, estou estudando as diversas formas de se fazer essa camada, tenho lido alguns artigos bem interessantes, e tambêm assistido alguns webcasts.
A escolha de como será a sua camada de acesso a dados deve levar em consideração alguns pontos importantes, são eles:
 
  • Desempenho: Dependendo da forma que você implemente sua camada de acesso a dados, ela poderá ficar lenta e com isso seu sistema terá perca de performance, normalmente o mal uso de datasets provoca isso.
  • Produtividade: Trabalhar com wizard’s sem duvida traz um enorme ganho na produtividade, ao contrario de se usar padrões.
  • Manutenção: Neste quesito o uso de padrões se torna bem melhor do que os wizard’s, pois eles facilitam bastante a vida do desenvolvedor na hora de uma mudança ou uma correção ou mesmo uma agregação de funções.

Bem, tenho visto em muitos foruns que esse tema gera bastante polêmica, alguns defendem os Wizard’s e seus datasets outros defendem padrões a todo custo, eu particularmente acho que para cada projeto deve-se fazer um estudo e ver qual a melhor solução.

Nos próximos posts espero detalhar as opções mais usadas na construção de camada de acesso a dados.